quinta-feira, 9 de julho de 2009

E lá se foi

Um pássaro lindo
Voou ao contrário
Sugado por uma lembrança
De caminho andado
Mão dada
Numa eterna dança
Entre invernos sem ilusões
Um gato (pingado)
À chuva
Lá se foi
Platão
Eva
E Adão
Num jardim
Que não conheceis
De rosas em vasos imaginados
Mas que estão mortas
Há muito
No chão
Para onde cospe
O vilão
E dejecta
O fanfarrão.

1 comentário:

007BONDeblog disse...

Prezado Carlos

Aqui estou, nesse 'Eden', jardim da mais bela poesia.

Um abraço