terça-feira, 21 de junho de 2011

Vou ter saudades tuas



Ainda estou contigo
E já sinto saudades
Deste momento impossível de descrever
Como se já estivesse
Apenas a reviver
O que ainda acontece
E não vivesse
Como se o facto de saber
Que vamos cada qual para seu lado
Me dissesse
Que este momento ainda é futuro
E já é passado
Ainda é amor/desejo de te amar
E já é o fim anunciado
Ainda estou contigo
E já estamos noutro lado.



sábado, 11 de junho de 2011

Estrelas da minha noite



Olhos de água pura
estrelas da minha noite
onde estais
últimas flores de abril
sentinelas do meu coração
janelas abertas
do meu desejo
de pegar
na tua mão.


domingo, 5 de junho de 2011

Bendito o teu olhar

Bendito o teu olhar
Que fulge
Sobre tudo o que há escrito
Tens um ar
Bendito
Atrevo-me a pensar
Volupto
Mas não o tenho dito
Porque me tremem
Os lábios
Quando te fito
Não posso dizer
Simplesmente
Vem
É o que sinto
O mundo não está preparado
Para a felicidade
Continuarei a pensar
Em marcar um encontro contigo
À entrada do paraíso.