sábado, 25 de janeiro de 2014

A alegria por mais pequenina que seja

Naquela altura
eu não sabia
do futuro
se ninguém sabia 
nem de si 
quanto mais de mim
e do futuro
que nem sequer existia
o que eu queria
era pouco
mas muito 
quase tudo
para mim
cada dia
como o sol queria
uma montanha
para ir subindo
além
eu não seria capaz
de partir 
por nenhuma razão
ninguém me prometeu
ou deu esperanças
nem eu
porque a esperança
não existia
existiam pessoas
como eu
e de esperança
só sentia
que a alegria
por mais pequenina que seja
é mais forte
que a maior desgraça
mas que também 
fraqueja.