segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Podia ser
um laivo
do que nasce

a palavra
como o sol
nascente

a memória
confusa
iluminasse
o presente
podia ser
um laivo
de saudade.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Ficar no poema


Dói não poder 

ficar no poema
se fica num tempo 
inexplicável
como uma paisagem 
se nos depara
nos prende
numa viagem
que ainda não é de regresso.