sábado, 11 de junho de 2011

Estrelas da minha noite



Olhos de água pura
estrelas da minha noite
onde estais
últimas flores de abril
sentinelas do meu coração
janelas abertas
do meu desejo
de pegar
na tua mão.


2 comentários:

Tere Tavares disse...

Delicadamente sutis, figuram na tua poesia imagens de bela essência, de sentimentos entrelaçados.
Abraço

Djabal disse...

"eu sei o que é ser feliz na vida - e a dádiva da existência, o gosto da hora que passa e das coisas que estão em torno, ..." a poesia e o canto do desejo. obrigado. abraços.