quinta-feira, 10 de novembro de 2011

A vida mata



Por aqui
os gatos miam
os pássaros cantam
o rio corre
e o vento passa…

não vejo ninguém feliz
e a felicidade perdeu a graça
por aqui
neste lugar tão belo

um castelo
do imaginar ao fazer
a distância do acontecer
uma vida
muito comprida…

nada está perdido
por aqui
só o sentido

as intenções é que são
uma ameaça

o saber é sabido
ser
ou não ser
amigo.



1 comentário:

Tere Tavares disse...

Um abrigo neste universo de sentidos, existir num castelo sonhado acima das intenções - frações de vida, beleza e graça.
Poderia ser assim e ainda ser diferente.

Abraço