segunda-feira, 10 de maio de 2010

O Velha - II

Um dia teve uma ideia que o fez saltar. Deu um grito e as ovelhas pararam de mastigar. Se estivesse numa grande cidade teria um rebanho imenso de transístores. Quando teve de ir ao médico, ao passar à porta dos estabelecimentos comerciais, que tinham, quase todos, um rádio a tocar, ficou encantado. Achou tanta graça à cidade que perdeu o gosto de viver no monte. Assim que saiu do consultório com o diagnóstico de desnutrição crónica, em vez de ir comer, que já o não fazia há mais de cinco horas, deixou-se perder pelas ruas da cidade de Pérolas Falsas enquanto pensava que todas as pérolas são falsas.

2 comentários:

Djabal disse...

A pérola falsa é para os esperançosos humanos a pérola "cultivada".
E também creio que o Velha (também tenho um amigo com este apelido), acabará por se dar mal em sua mudança. As ovelhas apesar de tristes, obedecem facilmente o comando. Já os homens ficam à beira da ribanceira só a discutir, discutir.

Um grande abraço, meu amigo. Estou a gostar.

Tere Tavares disse...

Teces o colar, leve e verdadeiro.
Senão imaginário, o fazes a saber o conjunto. Aguardo a continuação...

Abraço