sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Gosto do Natal

Gosto do Natal
Mas não gostava que o Natal
Fosse todos os dias

Já gostei do Natal
Por ser época de guloseimas
E de magia
E tinha graça ouvir dizer
Boas Festas
Feliz Natal
E Bom Ano Novo
Na cidade enfeitada de alegria

Depois gostei do Natal
Porque me lembrava natais
Que já não pode haver
E era triste às vezes
Andar sozinho pelas ruas
De um Natal futuro
A ouvir canções
Para esquecer

Mais tarde gostei do Natal
Por ser época festiva
Ideal para me declarar humano
Como se tivesse andado distraído disso
Então sem me perguntarem
Se gostava do Natal
Eu dizia que ninguém tem o direito
De ser feliz
E menos ainda de fingir que o é
Enquanto houver alguém triste
E não importa o que isso é
E ouvi quem disse
Que o Natal é uma chatice
Que o Natal nada lhes diz
E quem repetisse
Sem nada de original
Que todos os dias deviam
Ser dias de Natal

Hoje gosto do Natal
Porque é Natal.

2 comentários:

007BONDeblog disse...

Carlos

Boa noite

Passando para te visitar e ler o blog, aproveitando para te deixar um abraço fraterno com o desejo de que você e todos os seus tenham um Feliz Natal e Ano de 2010.

Muita Paz

Djabal disse...

Eu que sou afastado das comemorações, apenas porque são comemorações, não me afasto dos votos e desejos de felicidade. Senti-me atingido quando versejou sobre a felicidade de todos, é o meu desejo interior constante.
Ainda assim, não posso deixar de registrar meu empenho e meus votos de que tudo lhe corra bem, hoje, e sempre. Que um sorriso se descortine nas situações mais imprevistas, tristes ou monótonas.
Que a nossa triste época envie-lhe sempre a musa para alegria dos seus amigos. Distribua sempre o amor. Felizes festas. Sempre. Abraços fraternos.