terça-feira, 14 de julho de 2009

Sinto-me triste

Estou triste
Sinto-me triste
Nas conclusões que tiro
Até das coisas mais lindas
Que tem a vida
Sinto-me triste
Por não sentir alegria
Só de pensar
Que as histórias
Não têm final feliz.

3 comentários:

Djabal disse...

A sua lavra ultimamente anda eivada de melancolia, tristeza, apenas a melodia e beleza não a abandonaram. O resultado continua nos afetando, seus leitores e admiradores. Abraços.

007BONDeblog disse...

Prezado
A tristeza em certos momentos é mesmo inevitável, mas, pessoa de sensibilidade e poeta que o amigo é, consegue ao expressar seus sentimentos com tanta beleza, que logoesa página será virada. Ficará a lembrança da bela poesia no momento triste.

Um abraço

Tere Tavares disse...

É. Parece que mesmo estes momentos conseguem a rara eficácia de se eternizarem por meio das palavras; e a poesia os tornam alegres. Beijos