domingo, 16 de janeiro de 2011

Bendigo-te

                                                                                                 
Em nossos cios
O abismo
Dos nossos rios
O sol
Dos dedos
O limiar
Perfeito
Um desejo
Sem leito.